Venda de Passagens da B.R.A. - Fev/04

Voltar

Os serviços de check-in e de bordo dos aviões da B.R.A. (Brasil Rodo Aéreo) são excelentes e merecem todo o reconhecimento por isso. Porém os atendentes encarregados da venda de passagens em São Paulo possuem o péssimo hábito de conversar em sites de bates-papo na internet, tratando de assuntos visivelmente irrelevantes ENQUANTO ATENDEM os seus clientes, fato constatado não apenas por mim, mas por diversos outros clientes que relataram terem passado por situação idêntica.

Ademais, o que despertou a minha indignação foi o tratamento dispensado a mim e a outras pessoas na loja da BRA do aeroporto de São Luís. No dia 13 de janeiro eu perguntei ao atendente, sr. Vidal, se havia passagens para São Paulo a preços promocionais e este afirmou que não. Perguntei então se não havia passagens promocionais para os dias seguintes. O sr. Vidal reafirmou que não, e que não haveria até o mês de março, o que me fez comprar passagens para mim e para a minha família em outra companhia com pagamento parcelado. Vale ressaltar que o sr. Vidal me atendeu de forma extremamente grosseira, assim como tratou as outras pessoas presentes na loja que esperavam pacientemente pelo seu atendimento.

De volta a São Paulo, a minha surpresa foi descobrir, por meio de amigos de São Luis, que HAVIA SIM passagens a preços promocionais para os dias que eu havia perguntado. Estes amigos haviam pedido informações em outras lojas, e um deles havia inclusive comprado suas passagens com o próprio sr. Vidal
pouco antes que eu tivesse pedido a informação (o que demonstra a sua má vontade no atendimento).

O fato de oferecer preços mais baixos não justifica o tratamento de última categoria oferecido pelo sr. Vidal da loja de São Luís e por determinados atendentes das lojas BRA de São Paulo, que menosprezam os clientes batendo papo na internet.

Roberto J. Albuquerque

 

 

Mande o seu diário também, clicando na cartinha ao 
lado, e conte para outros internautas como foi a sua viagem