Compare Produtos, Lojas e Preços
Dicas de Viagem

Africa do Sul

Voltar

 
Situada no extremo sul do continente africano, cercada de um lado pelo Oceano Atlântico e do outro pelo Oceano Índico, a República da África do Sul impressiona, primeiramente, por sua vasta área, que ocupa 1.223.410 quilômetros quadrados, ou seja, cinco vezes maior que a Grã-Bretanha e duas vezes maior que a França; porém, essa não é sua principal característica, quando considerados seu fantástico relevo geográfico, sua fauna e flora surpreendentes  e, sobretudo, sua população.

O relevo sul-africano é marcado predominantemente pela cadeia montanhosa Drakensberg que, com picos que excedem 3.000 metros, provoca, juntamente com as correntes oceânicas, uma grande variação no clima, que vai desde o temperado até o desértico, passando, inclusive, pelo tropical em algumas regiões, surpreendendo, assim, os visitantes, que esperam sempre encontrar temperaturas escaldantes!  

A flora da África do Sul é muito diversificada, encontrando-se uma paisagem mediterrânea nas zonas costeiras, as florestas tropicais ao longo dos rios , as savanas no altiplano e a estepe semidesértica na região do Kalahari.

Uma das maiores preciosidades sul-africanas é sua fauna, que constitui-se de vários tipos de aves, répteis e mamíferos de pequeno, médio e grande porte, destacando-se, dentre esses, os “cinco grandes” (elefante, rinoceronte, búfalo, leão e leopardo). Para preservar essa riqueza animal, foram criadas algumas reservas provinciais e parques nacionais, sendo o Kruger National Park o principal deles.  

Descoberto por navegadores portugueses no século XV, o território que constitui atualmente a África do Sul sofreu diversas influências, já que, no final do século XVI, o Cabo da Boa Esperança passou a funcionar como posto de reabastecimento para ingleses e holandeses na rota de comércio com a Ásia, resultando, assim, em sua espantosa heterogeneidade populacional, cujos principais elementos são: 1.) Bosquímanos, em vias de extinção; 2.) Bantos, que abrangem as tribos Zulu, Xhosa, N’debele, Pedi e Basotho; 3.) Afrikaners (descendentes de holandeses e alemães) e descendentes de ingleses; 4.) Colored (mestiços); 5.) Malaios e indianos, trazidos para o país em 1.860 para a cultura dos canaviais na Província de Natal. Por esse mesmo motivo, há nada menos do que onze idiomas oficiais, sendo o afrikaans e o inglês os principais.  

Graças aos elevados investimentos estrangeiros, à abundância de mão-de-obra barata e à grande presença de riquezas minerais, a África do Sul transformou-se numa potência econômica regional, sendo um dos maiores produtores mundiais de ouro, platina, diamante e minério de ferro, além de possuir um grande parque industrial e agricultura e pecuária expressivas. Outro setor econômico em desenvolvimento é o turismo.



Compare Produtos, Lojas e Preços





 



 

Cidade do Cabo

Situada na base da Montanha da Mesa e recortada pelo litoral atlântico, a Cidade do Cabo é, sem dúvida, uma das mais belas do mundo. Com grande diversidade cultural, marcada notadamente pela colônia malaia concentrada no bairro de Bo-kaap, apresenta vida noturna intensa, sendo a cidade sul-africana mais concorrida em termos turísticos, talvez por sua localização privilegiada, que facilita a visita à Península do Cabo da Boa Esperança, às vinícolas de Stellenbosch e, ainda, à esplêndida Garden Route (Rota do Jardim). A Cidade do Cabo conta, também, com excelentes museus e boas praias, com destaque para o charmoso Waterfront.  

Durban

Localizada no Oceano Índico, Durban é a mais africana das cidades sul-africanas, pois seu clima extremamente quente contribui para torná-la o retrato fiel da África na imaginação das pessoas, imagem essa enfatizada por seus impressionantes mercados de rua. Outro atrativo de Durban são as ótimas praias, que costumam ficar repletas de surfistas. Uma grande comunidade indiana se faz presente, o que favorece o enriquecimento da cultura em todos os seus aspectos, especialmente na culinária.  

Johannesburgo

Para quem assistiu documentários como “Mundo Animal”, ou seriados como “Daktari” e “Okavango”, é muito difícil imaginar que uma cidade africana possa ostentar edifícios tão altos, e com arquitetura tão arrojada, quanto os encontrados nas grandes metrópoles européias e norte-americanas! Johannesburgo realmente conseguiu esse feito, transformando-se no coração econômico do país, a despeito dos sérios problemas de segurança, que ocasionaram um verdadeiro êxodo de sua área central; atualmente, os escritórios e lojas deslocaram-se para bairros periféricos, como Sandton e Rosebank. Ainda assim, a cidade vale a pena ser vista, porque conta com bons museus, restaurantes e shopping centers e, também, é o principal ponto de partida das rotas que levam ao Kruger National Park e Sun City.  

Pretória 

Capital administrativa da África do Sul, Pretória tem grande importância histórica, pois aqui residiu um de seus filhos ilustres, Paul Kruger, um dos líderes da independência da República do Transvaal. Os edifícios elegantes, as ruas arborizadas com jacarandás nativos do Brasil e os museus com acervos riquíssimos fazem de Pretória uma cidade muito atraente.

Sun City  

Apesar de não ser uma cidade, o complexo turístico de Sun City merece ser lembrado, por ter reunido num centro de entretenimento vários hotéis de alto nível, inclusive o “Palace”, o primeiro de categoria seis estrelas do mundo. Outros destaques da região são o Pilanesberg National Park e as fazendas de criação (leões, crocodilos e avestruzes).  

O Nascimento da Nação do Arco-íris

O execrável Apartheid, que determinava a segregação de brancos e não-brancos, aqui incluídos indianos, malaios, mestiços, árabes e, especialmente, negros, perdurou por décadas, até que, finalmente, o embargo internacional e a luta do Congresso Nacional Africano – CNA, com Nelson Mandela e o Arcebispo Desmond Tutu como seus principais porta-vozes, culminaram na criação da Nação do Arco-íris, onde as individualidades culturais devem ser respeitadas e todos os cidadãos devem ser considerados da mesma forma, representando todas as cores de sua bandeira.

Para conhecer mais:  

* Fodor’s South Africa - Guia de turismo 

* Info Africa Southern Africa Travel Guide – Guia de turismo           

* Empresa turística especializada em roteiros para África do Sul: Roth & Roth Tours – Fone: (011) 3064-1019/  fax 30832693

Esta matéria (reportagem e fotos) foram cedidas gentilmente pela Roth & Roth Tours, que prepara roteiros personalizados para África do Sul. Clique aqui para conhecer um de seus roteiros.

Outros Links para Matérias na África:
-
Egito
-
Marrocos

Reportagem : Roberta Roth

Voltar