Compare Produtos, Lojas e Preços
Dicas de Viagem

Blumenau - SC - Fev/01

Voltar

 
A história de Blumenau, tem início antes da chegado dos primeiros colonizadores ao Vale do Itajaí. Toda a região era habitada por silvícolas das tribos kaigangs, xoklengs e botocudos, que durante anos enfrentaram os brancos contra o progresso da colonização. Mesmo antes da fundação da Colônia Blumenau, já havia colonos estabelecidos na região de Belchior, à margem do ribeirão Garcia e margem esquerda do Rio Itajaí-Açu.

Em 1850, o médico-farmacêutico e filósofo alemão Dr. Hermann Bruno Otto Blumenau, obteve do governo Provincial uma área de terras de duas léguas, em quadro, para nela estabelecer uma colônia agrícola, com imigrantes europeus.

No dia 2 de setembro daquele ano, chegaram ao local os primeiros 17 colonos, liderados pelo Dr. Blumenau. Esta é a data oficial, na qual comemora-se a fundação da cidade. Depois dos primeiros imigrantes, outras levas atravessaram o Atlântico em veleiros de companhias particulares e vieram aumentar o número de agricultores e cultivadores, que se estabeleceram ao longo do curso dos rios e ribeirões do território da concessão.

No princípio, a colônia se manteve como propriedade particular do fundador. Mas este, encontrando-se em dificuldades financeiras, conseguiu que, em 1860, o Governo Imperial encampasse o empreendimento. O Dr. Blumenau foi conservado na direção da colônia, mesmo quando esta foi elevada à categoria de município, em 1880.
 
Herança dessa história, por uma característica única de colonização, a microrregião de Blumenau possui costumes e tradições semelhantes. Inicialmente colonizada por alemães, seguidos de italianos e poloneses, com uma corrente recente de habitantes do Vale do Rio Tijucas, as cidades da microrregião incorporaram principalmente a cultura alemã e italiana.

O antigo território do município de Blumenau, que em 1934 compreendia uma área de 10.610 quilômetros quadrados, está hoje reduzido a 531 quilômetros quadrados apenas. Desses desmembramentos resultaram nada menos que 31 novos municípios. Força e trabalho hoje caracterizam a cidade que desde os primeiros anos destacou-se das demais colônias surgidas na então província catarinense. 

Podem ser encontrados, ainda, fragmentos de dialetos da língua alemã; trajes típicos e danças que hoje repousam em museus do folclore europeu ainda palpitam com suas vivas colorações e são parte integrante das manifestações culturais da gente de Blumenau.

Economia



Compare Produtos, Lojas e Preços





 



Embora o fundador aqui desejasse desenvolver uma colônia agrícola, a história mudou seu rumo e Blumenau voltou-se para o setor industrial. Vinte anos após a fundação, a colônia já contava com pequenas empresas de manufaturados.

Hoje, a cidade, pólo econômico do Vale do Itajaí, conta com cerca de 3 mil indústrias - incluindo pequenas e médias empresas: seis mil estabelecimentos comerciais e milhares de prestadoras de serviço. 
O principal setor econômico no município, é o terciário, empregando cerca de 57% da População Economicamente Ativa (PEA) de Blumenau, que é de aproximadamente 125.270 pessoas. 

A principal aglomeração de atividades comerciais e financeiras ocorre na área central ao longo das ruas XV de Novembro e Sete de Setembro. No total, a cidade conta com 36 bancos, sendo a capital financeira do Estado.

O setor secundário também é de grande importância para a economia blumenauense, representando uma fatia de 36% da PEA. A atividade têxtil é o carro/chefe do setor, e possibilita a entrada de recursos estrangeiros, oriundos da exportação. A indústria têxtil corresponde por 70% da arrecadação tributária do município. Os produtos de Blumenau dispensam apresentação, não somente os artigos de cama, mesa e banho, bem como as malhas, porcelanas, e também os cristais, tão apreciados no Brasil e no exterior.

O setor primário abrange apenas 7% da PEA.
Blumenau possui uma das maiores rendas per capita do país, aproximadamente US$ 10.025,00.

Blumenau está entre os municípios mais desenvolvidos do País, sendo uma cidade em situação de privilégio. A comunidade conta com uma universidade, 40 escolas municipais, 32 estaduais e oito particulares, sem contar os estabelecimentos de ensino técnico. Sua população é atendida por quatro hospitais.

Geografia & Localização da Cidade

Situação Geográfica

O município de Blumenau localiza-se na bacia do Itajaí-Açu, no nordeste do Estado de Santa Catarina, classificado pela Fundação do I.B.G.E. como Região Colonial de Blumenau.
Pela sua localização, população e equipamentos, Blumenau é a principal cidade da região, exercendo sua influência nos vales do Itajaí-Açu, Itajaí-Mirim e Benedito.

O município é membro da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí - AMMVI - que é formada por 14 municípios: Apiúna, Ascurra, Benedito Novo, Blumenau, Botuverá, Brusque, Doutor Pedrinho, Gaspar, Guabiruba, Indaial, Pomerode, Rio dos Cedros, Rodeio e Timbó.

Localização da cidade

A cidade de Blumenau encontra-se às margens do rio Itajaí-Açu, que a corta no sentido Oeste-Leste, com largura de cerca de 200 a 300 metros. A altitude da área urbana é de 14 metros. Suas terras são limitadas a faixas estreitas entre cursos d'água e morros.
A cidade tende a se desenvolver para o Norte, entre os ribeirões Itoupava e Testo, onde o terreno é menos acidentado e para Oeste, em torno da Rodovia BR-470.
Limites Municipais

Blumenau tem como limites os seguintes municípios:

Ao Norte: Jaraguá do Sul e Massaranduba
Ao Sul : Guabiruba, Botuverá e Indaial
Ao Leste : Luís Alves e Gaspar.
Ao Oeste : Indaial, Timbó e Pomerode.

Distâncias de Blumenau às principais cidades do Brasil e capitais do Mercosul

Navegantes

59 km

Balneário Camboriú

60 km

Joinville

128 km

Florianópolis

130 km

Curitiba

251 km

São Paulo

680 km

Porto Alegre

693 km

Foz do Iguaçu

930 km

Rio de Janeiro

1.080 km

Belo Horizonte

1.195 km

Assunção

1.220 km

Montevidéu

1.500 km

Brasília

1.624 km

Buenos Aires

1.720 km

Salvador

2.557 km

Clima

O clima de Blumenau é quente e chuvoso. Não há uma estação caracterizada como seca. A temperatura média varia de 12 a 23 graus no inverno e de 20 a 31 graus no verão. No decorrer do ano a temperatura pode variar de -1 grau a 40 graus. A altitude média é de 14 m e ventos médios sopram do quadrante leste.

temperatura média mensal

20,1 ºC

temperatura média máxima

27,0 ºC

temperatura média mínima

16,1 ºC

média do mês + quente (Janeiro)

31,9 ºC

média do mês + frio (julho)

11,5 ºC

umidade relativa do ar

84,2 %

evaporação total mensal

45,3 piche

insolação mensal

139,95 h

pressão atmosférica mensal

1.013,05 mb

velocidade média dos ventos

1,20 m/s

Vegetação

Blumenau está situada dentro da Mata Pluvial da Encosta Atlântica. Trata-se de uma formação vegetal muito exuberante e complexa, formada por diversos agrupamentos distintos quanto à sua composição, estrutura e, sobretudo, quanto ao aspecto fitosionômico. Correndo quase paralelamente ao Oceano Atlântico, essa vegetação se alastra sensivelmente para o interior na altura do Vale do Itajaí.

As encostas no Vale do Itajaí têm bastante declividade, formando vales estreitos e profundos, os quais eram originalmente cobertos por densas florestas.

As árvores mais importantes são a canela-preta, com troncos grossos e largas copas; a laranjeira-do-mato, o Tanheiro, o Palmiteiro, a Maria Mole, o Guamirim-chorão e o Pau-Óleo, são as outras árvores mais comuns na área.

Fauna

O município de Blumenau tem abrigado, num aumento progressivo, a fauna silvestre. O município possui inúmeras áreas protegidas por força de lei, que funcionam como corredores de fauna e habitats restritos, separados pela urbanização.Na área urbana em mata ciliar, encontram-se, por exemplo a capivara - maior roedor do mundo - , nas margens do rio Itajaí-Açu, a partir de 1993.

Além da capivara, a cutia está presente próxima a riachos e em encostas de morros. Gambás, bugios, quero-queros, mergulhões e garças brancas além das aves de pequeno porte, são habitantes freqüentes da zona central do município.

Nas áreas rurais, a diversidade faunística aumenta consideravelmente e se observa muitas aves de pequeno porte: sanhaçu, gaturamo, saíra-de-sete-cores, bem-te-vi, entre outros, e aves de médio a grande porte, muitas vezes raras, como gavião-carijó e jacuguaçu.

Entre os mamíferos raros: tamanduá colete, tamanduá bandeira, onça pintada, puma, porco-do-mato, queixada, paca, veado-mateiro. Os exemplares mais freqüentes são tatu, gambás e cutias.

As atividades de caça esportiva e amadora, a agricultura intensiva, a extração da madeira e palmito e o desmatamento para uso do solo, contribuíram para o rareamento e a extinção de espécies faunísticas da região. A caça amadorística e clandestina é ainda exercida, porém de forma reduzida. A população está preocupada e voltada para as atividades de conservação e preservação.

Áreas Naturais Protegidas 

As áreas naturais protegidas no município têm recebido atenção das iniciativas privadas e do poder público. Pessoas jurídicas e físicas têm mantido áreas naturais preservadas em forma de reservas, parques, chácaras e sítios.

O poder público iniciou a preservação e conservação de áreas, através de leis municipais, delimitando as áreas de preservação permanente e zonas de proteção ambiental.

A Fundação Municipal do Meio Ambiente - FAEMA - vem elaborando projetos e implantando unidades de conservação no município em cumprimento a Resolução Nº11, de 3 de dezembro de 1987, que estabelece as categorias de unidades de conservação.

Região Sul

· Parque Ecológico Spitzkopf (Progresso); 
· Parque das Nascentes (Área Rural); 
· Área de Relevante Interesse Ecológico - ARIE Roberto Miguel Klein (Garcia); 
· Fazenda Faxinal (Área Rural); 
· ARIE Foz do Ribeirão Garcia (Bairro Garcia). 

Região Central

· Reserva Hering (Bairro Bom Retiro) 
· Área de Proteção Ambiental - APA - e Parque Natural Municipal - PNM São Francisco de Assis (Centro). 

Povoamento & População

Povoamento

Os primeiros colonizadores de Blumenau se estabeleceram na margem direita do rio Itajaí-Açu, nas proximidades do encontro deste com o rio Garcia. Progressivamente, o território urbano foi ocupado com a população, deslocando-se em direção aos ribeirões Garcia, Da Velha e depois a do Itoupava.

O município de Blumenau experimentou nas últimas décadas, profundas alterações na sua composição populacional, resultado de um intenso processo de migrações internas e externas, caracterizada por deslocamentos do campo em direção à cidade, impulsionados pelo crescimento e atratividade urbana.

O município de Blumenau conta hoje com uma superfície total de 531 quilômetros quadrados, sendo 192 sua área urbana (36,2%) e 339 quilômetros quadrados (63,8%) a rural.

A área urbana do município está hoje dividida administrativamente em 30 bairros, incluindo o distrito da Vila Itoupava, os quais apresentam características físicas, demográficas e econômicas muito diferentes.

População

Segundo o IBGE, na última contagem feita em 1996, Blumenau tinha 231.401 habitantes, sendo que 198.862 residiam na área urbana. Pela projeção feita em 1999, Blumenau tem uma população de 244.379 habitantes.

Outros Links para Matérias em Santa Catarina:
- Florianópolis
-
Itapema
-
Ibirama
-
Parque de Aventuras

Reportagem :
Marcos Aurélio Rossi

Voltar