Compare Produtos, Lojas e Preços
Dicas de Viagem

Espanha

Voltar

 
Vinte anos depois da morte de Franco, a capital da Espanha brilha como nunca. Renovada pela modernidade e agito dos jovens espanhois, mas conservando suas melhores tradições, Madri não pára de surpreender a quem a visita !!!

A Espanha brilha nas artes e cultura com seu destacando o  flamenco, música, pintura, arquitetura,  literatura, cinema, esportes e suas Maravilhosas Festas! A Espanha atrai, principalmente no verão, centenas de Europeus em busca de suas artes e suas praias...

Porém a Espanha tem sido muito mais que um balneário, possui uma belíssima história com legado de artistas com Goya, Velázquez, Picasso and Dalí, e uma forte literatura como Don Quijote de La Mancha.

Espanha e Portugal dividem a Península Ibérica, a espanha ocupa 80% do território fazendo divisa com a França e os Montes Pirineus.Mais da metade deste país é formada por vastos e montanhas. As paisagens são variadas desde os desertos da Almeria até as verdes florestas da Galícia, passando ainda às  Planícies de La Mancha até as montanhas ao norte.
 
A maioria dos Turistas invadem a Espanha durante os meses de Julho e Agosto, quando o sol é mais forte.O mês ideal para visita-la é maio, Junho e Setembro quando poderemos saborear um clima agradável e um grupo menor de turistas nas cidades.

Flamenco é uma experiência única e você  não deve perder,a atmosfera é eletrizante.Você pode assistir em Teatros ,casas de shows e nas Festas Populares.A culinária espanhola é fantástica e os "Tapas" é a invenção mais civilizada desde a cervejinha gelada. Paella, o gazpacho e o chorizo não são muito conhecidas na cozinha ocidental, porém vão apaixonar o Americano que a visita.Localizada entre a Europa e a Africa, a Península Ibérica foi invadida por dioversos povos e civilizações, que deram origem a um  mix de culturas resultando no que a Espanha é hoje.

Toledo.jpg (51382 bytes)



Compare Produtos, Lojas e Preços





 



Toledo é uma simpática cidadezinha que fica próximo à Madri. Foi capital do Reino dos Visigodos, conquistada pelos árabes e depois transformou-se num importante centro Moorish. Em 1085 a cidade foi invadida e foi anexada ao Reino de Castilla, quendo se tornou capital. É uma cidade pequena ,mas repleta de história, onde marcas dos povos que o invadiram estão por toda parte convivendo harmoniosamente.Em um dia pode-se conhecer todas suas atrações,mas não esqueça que é um passeio obrigatório!

 Madri    
Vive Madri!!! Olé!!!

Capital da Espanha, cidade 'caliente' que chega a registrar 44 graus no verão. Possui uma série de atrações como o imperdível  Museu do Prado, onde podemos ver de perto obras de Velasquéz e Góya. A Plaza Maior também merece uma visita, pode-se degustar uma excelente sangria ao ar livre saboreando uma paisagem que já foi cenário de sacrifício de cristãos e corrida de cavalheiros em outros séculos.Não deixe de ir ao  Palácio de Cristal ,Palácio de Velasquéz (onde sempre tem uma excelente exposição) e ao Parque do Recanto. Madri é particularmente conhecida por sua culinária de excelente qualidade, não deixe de provar tudo! Desde “Paella”, feita com o “alçafran” legítimamente espanhol ,tomar uma “ Sidra”  e “desanhunar” com porras e churros.

Os horários de Madri são diferentes de tudo a que você está acostumado. O comércio abre das 10 às 14 e das 17 às 20, com longo intervalo para a siesta, à exceção de algumas lojas. Se você for jantar antes das 9 da noite, vai estar sozinho. Só após as 10 é que o povo aparece. Mas é depois do jantar que começam as intermináveis noites de Madri.

Museo do prado3.jpg (37277 bytes)

Tenha a certeza de visitar a maior galeria de arte do mundo,o Museu do Prado,onde residem as obras do mundo inteiro destacando a cultura espanhola e Italiana dos séculos 15 a 19.Goya e Diego Velasquez estão tão bem representados que fará você sentar-se diante de seus quadros e apenas admirar por horas! Na saída você pode visitar o Parque do Retiro e o Jardim Botânico, lindíssimos e ficam  nas proximidades do museu.

Barcelona  -"Não é para qualquer um...só para quem tem fôlego!!!"

  Uma cidade que fica na região catalã ,onde a língua  se assemelha a uma mistura do castelhano e   francês .É uma das cidades mais agitadas da Espanha, conta com uma legião de turistas jovens de todas as partes do mundo passeado pelas calçadas de “ La Rambla”. Ficou bastante conhecida sendo sede das Olimpíadas de 1992 , mas sua característica marcante é a assinatura do maravilho artista Gaudí em todas as partes da cidade,inclusive em seu cartão postal: A Igreja da Sagrada Família. Não deixe de visitar a Igreja de Barcelona, onde se pode entrar e conhecer os claustros da época da inquisição.

A noite de Barcelona é tão grande que não cabe na disposição do mais experimentado nos notívagos. Não é só uma questão de decorrer de horas - é uma sequência delirante de restaurantes, bares, dancings, shows, homens e mulheres. Para experimentar essa sensação, o garotão caprichou no banho, salpicou o corpo com perfume e vestiu a roupa da moda.

Confundir um barcelonense com um madrilenho é o caminho mais curto para entrar numa "fria" - o povo chega a detestar ver o nome Catalunha escrito com a grafia castelhana, Cataluña; o certo é Catalunya, com a grafia catalã. Faça um teste, pergunte a um barcelonense típico se ele é espanhol. Você tem nove chances entre dez de a resposta ser: "não (expressão séria, semblante cerrado), não, eu sou catalão (idiota)".Ser catalão significa ser um trabalhador incansável (Barcelona é a cidade mais rica da Espanha, tem um dos portos mais importantes da Europa, bancos em profusão)   inventivo (o inventor do submarino, Marcis Monturiol, é de uma cidade vizinha, Figueiras, a mesma de Salvador Dalí), amante do teatro (o reverenciado Fura Del Bals é daqui), da boa música (esta é a terra do violoncelista Pablo Casals), da ópera (berço da soprano Monserrat Caballé e da pintura (Miró por nascença e Picasso por adoção).

Mas existe algo ou alguém que traduz para um turista o que é o espírito catalão com suas fantáticas obras arquitetônicas, pois a arquitetura é um dos maiores combustíveis do orgulho catalão. Principalmente a do inconfundível mestre Antoni Gaudí, o homem que é uma espécie de sinônimo de Barcelona. O próprio cartão-postal da cidade, a Catedral Sagrada Família, assinada por ele, é o melhor exemplo disso. É uma construção impressionante, para dizer o mínimo, uma vez que não há adjetivo que as descreva.

Madrí virou capital oficial em 1562, mas, orgulhosa como sempre, a Catalunha continuou autônoma até o século 18. Nessa época apoiou um austríaco, da poderosa dinastia dos Habsburgo, que pretendia ocupar o trono da Espanha. Em represália, todas as manifestações da cultura catalã foram reprimidas - a mesma coisa que ocorreu neste século durante a ditadura de Franco na Espanha. Não adiantou nada. Hoje, catalão é falado em todo o canto (a maioria dos moradores de Barcelona acha ridículo falar em castelhano), a cultura e os hábitos típicos são incentivados e os cardápios e as placas estão geralmente em catalão e em espanhol (nesta ordem).

barcelona.jpg (20700 bytes) Templo da Sagrada Família, com mais de 100 metros é uma atração imperdível.Em 1891, nove anos depois de iniciada a contrução estilo Gótico,o arquiteto catalão An- tonio Gaudi fez um projeto de continuidade .Quando Gaudí faleceu em um acidente a obra ficou intermindada.
 A construção recomeçou em 1979, mas até hoje não foi ter minada.

museuerotica.jpg (30951 bytes)

Valência  - onde a cerâmica é uma Arte...

Cidade á beira mar bastante graciosa e simpática, onde se pode visitar o imperdível Museu de Cerâmica, conhecendo a história da cerâmica que é marca registrada da cidade .Pode-se também conhecer o Museu de Touradas (esporte popular na localidade) e adentrar à “Plaza del Toros” que fica ao lado da principal estação ferroviária.Esta cidade é bastante tranquila e acolhedora, pertence a parte espanhola de Andalucia.

Não se esqueça de ir ao Palacio do Marqués de Lal Aguas e ao Museu de Bellas Artes,um dos melhores da cidade que contém obras de El Greco, Goya,Velazquez e alguns Impressionistas Valencianos.A Catedral é visita obrigatória, não deixe de subir à torre tendo uma vista magnífica da cidade.

 Mais Fotos
- Foto 1
-
Foto 2

 Reportagem : Yoko Nakamura

Voltar