Compare Produtos, Lojas e Preços
Dicas de Viagem

Melbourne - Austrália - Nov/02

Voltar
 
Duas palavras definem Melbourne, a capital do pequeno Estado de Victoria, localizado no sul da Austrália: estilo e sofisticação.

Seu clima temperado com quatro estações bem definidas e arquitetura em estilo victoriano, herança da colonização inglesa em meados do século 19, fazem desta a mais "européia" das cidades australianas.

Cosmopolita por excelência, ou melhor dizendo, por vocação, ela é um exemplo bem sucedido da integração de pessoas de raças e costumes diferentes vivendo sobre uma só bandeira.

Atualmente um de cada quatro de seus habitantes imigrou para cá nos últimos 25 anos, vindos principalmente do sudeste asiático e oriente médio.

Esta mistura ou "melting pot" como eles chamam se refletiu principalmente na culinária. À disposição do visitante há mais de 3000 restaurantes, cafés e bares de 70 nacionalidades diferentes. Do japonês ao tailandês, do malaio ao afegão, a variedade agrada todos os paladares.

Aos apreciadores da culinária italiana, vale uma ida (ou várias) a Lygon St. ou "Little Italy", no bairro de Carlton, berço da colonização italiana na década de 50. A rua "ferve" dia e noite com seus restaurantes e cafés com mesas nas calçadas. Na Swan St., no bairro de Richmond, se concentram todos os aromas da cozinha grega. Porém, a mais "democrática" de todas é a Brunswick St., que concentra em poucos quarteirões diferentes estilos de restaurantes, como franceses, tailandeses, japoneses, indianos, afegãos, espanhóis, entre outras opções.

As principais atrações turísticas ficam perto do centro e são servidas pela extensa malha de bondes que ligam os quatro cantos da cidade. Um ótimo ponto de partida para um reconhecimento geral da cidade é pegar o "City Circle Tram", bonde que circula gratuitamente pelo centro em intervalos de meia hora. Para aqueles que querem um clima mais romântico, vale reservar uma mesa no famoso "Tram Car Restaurant", um bonde dos anos 20 todo reformado e transformado em restaurante, que vai do centro da cidade até o bairro de St. Kilda, famoso pelas praias e arquitetura em estilo victoriano.

Para se ver a cidade de outro ângulo, há ainda a opção de se fazer um pequeno cruzeiro pelo Yarra River, rio que corta a cidade ao meio. O ponto de partida e chegada dos barcos é na margem oposta em relação ao centro financeiro da cidade, na área conhecida como Southbank, próximo a Princes Bridge. É lá também que estão localizados o Southgate, complexo de lojas e restaurantes internacionais, e o Crown Intertainment Complex, que reune lojas de grife internacional, restaurantes, cinemas e cassino que funciona 24 horas.

A poucos minutos de caminhada do Southbank, ainda às margens do Rio Yarra, o visitante encontra o Royal Botanic Gardens, uma vasta área verde localizada quase no centro da cidade, com uma coleção de mais de 60.000 espécies de plantas de todo o mundo. É sobre os seus gramados muito bem cuidados que os "melbournianos" se reunem nos finais de semana de sol para fazer um piquenique, ler um livro ou apenas contemplar a natureza.



Compare Produtos, Lojas e Preços





 



Para quem gostou da idéia do piquenique, a parada obrigatória para encontrar todos os apetrechos e guloseimas necessários é o Queen Victoria Market, localizado na Victoria St., a alguns minutos de bonde do centro. Com 130 anos de atividade ininterrupta , é lá que os grandes chefs de cozinha compram os ingredientes para suas criações culinárias. Vale dedicar toda uma manhã para explorar seus corredores e mergulhar em sua atmosfera própria de cores, sons e cheiros, deste que é um dos maiores mercados do mundo.

Para aqueles que gostam de ir às compras, Melbourne é uma festa. Além das marcas de roupas e acessórios de grife encontrados no Crown Complex e Southgate, a cidade conta ainda com uma variedade enorme de shoppings centers e lojas para os mais diversos bolsos, onde se encontra praticamente de tudo, de livros a jóias, de sapatos a bumerangues. O mais espetacular deles é o Melbourne Central, um complexo com mais de 180 lojas localizado em frente à Biblioteca Municipal, no centro da cidade. Ainda no centro, vale a pena dar uma passada na Bloke Arcade, uma galeria construida em estilo victoriano com luxuosas lojas de griffe e acessórios, sem esquecer ainda da Australia on Collins, um shopping center de três andares que esbanja estilo e sofisticação. Myer e David Jones, gigantescas e famosas lojas de departamento, localizadas na Bourke St., são muito frequentadas também pelos locais.

A cidade é famosa também por seus pubs. Praticamente há um deles em cada esquina. São para eles que os locais se dirigem em massa toda a sexta-feira à tarde após o expediente para brindar com goles de cerveja a semana que passou. É diversão certa para quem quer conhecer um pouco o espirito de amizade e descontração do australiano.

Por tudo isso, e muito mais, que Melbourne é considerada uma das cidades mais charmosas e sofisticadas de todo o mundo e a sensação que fica é a de sempre querer voltar um dia.

Situada no extremo sul do continente africano, cercada de um lado pelo Oceano Atlântico e do outro pelo Oceano Índico, a República da África do Sul impressiona, primeiramente, por sua vasta área, que ocupa 1.223.410 quilômetros quadrados, ou seja, cinco vezes maior que a Grã-Bretanha e duas vezes maior que a França; porém, essa não é sua principal característica, quando considerados seu fantástico relevo geográfico, sua fauna e flora surpreendentes  e, sobretudo, sua população.

Reportagem : Fábio Brandi

Voltar