Dicas de Viagem

Boipeba-BA - Abr/05

Voltar

 
Boipeba é um lugar singular. Fica no extremo sul do arquipélago de Tinharé, que forma a ilha de Morro de São Paulo, ao norte, e de Boipeba, ao sul, território dividido pelo rio Cairú. O lugar permaneceu, até agora, à margem do agito que acontece no Morro de São Paulo, com suas praias lotadas.

mboi pewa - é uma palavra tupy que quer dizer "cobra chata", em referência a tartaruga marinha de onde se originou o nome Boipeba.

Boipeba, uma Bahia intocada, com praias virgens de águas calmas e transparentes, margeadas por coqueiros e areia branca fina e macia. Um cenário histórico e rico em cores, lendas e ritmos. Venha viver, conheça Boipeba!

A Ilha de Boipeba está inserida no Arquipélago de Tinharé, que compõe o município de Cairu, situado no Baixo Sul da Bahia.

Cercada de um lado pelo oceano e de outro pelo estuário do Rio do Inferno, a ilha se destaca por uma rara beleza natural e grande diversidade dos seus ecossistemas.

Como chegar :
• De carro a partir de Salvador, pegue o ferryboat (1 hora de travessia) ou o catamarã (20 minutos) até Bom Despacho e vá até Torrinhas passando por Valença, Taperoá e Nilo Peçanha (Rodovia BA001). De Nilo Peçanha, pegue a estrada de Cairu e, no km 13, pegar uma estrada de terra de 7 km até Torrinhas. Em Torrinhas, alugue uma lancha rápida para Boipeba (duração 20 minutos a um custo de aproximadamente R$ 75,00).



Compare produtos, lojas e preços
Digite produto ou marca





 



• De Valença saem barcos diariamente (exceto aos domingos) para Boipeba, ao meio dia e às 14 horas, custando, em média, R$ 8 por pessoa. A viagem dura cerca de 4 horas. De Graciosa, 12 Km ao sul de Valença pela BA 001, saem, de segunda a sábado, às 14 horas, barcos para Boipeba. A viagem dura cerca de duas horas e meia, e custa, em média, R$ 6 por pessoa.

• De carro vindo do sul da Bahia, vá até Travessão, passando por Itabuna na BR 101. De Travessão, pegue a estrada que passa por Camamu, Igrapiúna, Ituberá e Nilo Peçanha (BA001). A partir de Nilo Peçanha, siga a rota indicada acima (estrada de Cairu e estrada de terra) até Torrinhas.

Como uma jóia rara encravada entre o Rio do Inferno e o mar aberto do Atlântico, repleta de coqueirais sua marca vai mais longe pois Boipeba é um santuário para o manguezal de espécie vermelho que avança com todo seu poderio ilha a fora gerando um grandioso berçário da vida marinha.

Boipeba abriga uma grande variedade de fauna, destacando-se curiós, maritacas, papagaios, tatus, raposas, lontras, tamanduás etc. Entre a flora, além da maravilhosa vegetação de mangue vermelho, mata atlântica e cerrado podemos encontrar, jaipebas, camaçaris, Pau d'arcos, oiticicas, massarandubas e almiscares, ademais das frutíferas como magueiras, mangabeiras, jaqueiras, cajueiros e nossos já característicos e bonitos coqueirais, veículo de riqueza e desenvolvimento para a sua população.

Visitar Boipeba é encontrar a natureza soberana. Uma ilha banhada por um mar azul, cristalino, onde a poluição ainda não chegou. A paisagem de suas praias é dominada por coqueiros, lembrando fotografias publicitárias, com ar de Caribe. Sua culinária é variada, formada por pratos típicos à base de mariscos. É um local inesquecível, daqueles que você quer voltar todo ano e ficar cada vez mais tempo.

Reportagem: Marcelo Russo

Voltar