Bonito - MS

Voltar

Localizada ao pé da Serra da Bodoquena,no Mato Grosso do Sul, Bonito é uma cidade que encanta a todos seus visitantes.Bonito está entrando para um lugar de destaque no Ecoturismo Nacional e Internacional. Aqui você pode encontrar as mais belas paisagens com nascentes e rios de águas transparentes que fascina o turista. Contém  uma geologia toda especial, propícia ao mergulho e cavernas fascinantes!!!

Quando se passeia pelo lugar você pode se deparar com rios subterrâneos, sumidouros, ressurgências, lagos e lagoas, algumas dentro de grutas esculpidos com carinho pela Mãe Natureza por mais de 600 milhões de anos.

A paisagem típica é a do cerrado, um ecossistema rico em biodiversidade. Mas o que impressiona na região de Bonito, bem próximo ao Pantanal, é a presença de muitas espécies de peixes (dourados, piraputangas e corimbas) e aves (tucanos, tuiuiús) e outros animais, como macacos-prego. Bem menos comum é ver cobras sucuris nos rios, embora exista uma probabilidade desse encontro.

O núcleo habitacional que se transformaria na sede do Município de Bonito, iniciou-se em terras da Fazenda Rincão Bonito, que possuia uma área de 10 léguas e meia e foi adquirida do Sr. Euzébio pelo Capitão Luiz da Costa Leite Falcão, que aí se aportara em 1869, e é considerado o desbravador de Bonito, tendo sido também seu primeiro escrivão e tabelião.

O ponto culminante de Bonito são os mergulhos no Aquário da Baía Bonita e nas nascentes dos rios Sucuri e Olho D'Água. Essas nascentes formam pequenos rios de até 2 quilômetros. É imprescindível levar ou alugar máscaras e snorkel. Embaixo dágua há um desfile de piraputangas, cascudos e dourados, entre outros peixes coloridos.

Outras atrações são as cachoeiras em volta da cidade, como as do rio do Peixe, do Mimoso, do Hormino e Aquidaban. Para os radicais, recomenda-se um mergulho na gruta do Mimoso e uma visita ao Abismo Anhumas e ao Buraco das Araras. Para ficar por aqui, siga para a humilde, porém charmosa, cidade de Rincão Bonito, nascida de um antiga fazenda. Em menos de uma década ela se tornou um despretensioso pólo turístico, no qual o visitante pode encontrar bons hotéis e pousadas, além de restaurantes e operadoras locais de ecoturismo. Essas agências têm muitos passeios para conhecer praticamente toda a região ou pelo menos o que há de mais interessante por lá.
Passeios

Gruta do Lago Azul

Após uma descida de 100m, depara-se com um lago de águas intensamente azuladas, cuja profundidade estima-se ser de 90m. Com suas formações geológicas - não só o teto como o piso da gruta são repletos de espeleotemas de várias formas e tamanhos - desperta a atenção dos turistas e pesquisadores do mundo inteiro. Ninguém sabe ao certo de onde vêm suas águas, acredita-se na existência de um rio subterrâneo, que alimenta o lago. 

Passeio de Bote no Rio Formoso

O passeio é feito em botes de borracha com capacidade para 14 pessoas, num percurso de 8 km, até a Ilha do Padre, passando por três cachoeiras e duas corredeiras. Nas margens do rio podem avistar-se macacos, pássaros e até sucuris, que principalmente no inverno saem das águas e se enrolam em troncos de árvores. Opcional: Passeio de bote noturno em noites de lua cheia.

Mergulho no Rio Sucuri

Este rio de nome levemente assustador, já levou ao delírio pessoas do mundo inteiro. Com uma fauna e flora abundante a flutuação na nascente do Rio Sucuri encanta os visitantes. São 2 km de uma festa aquática inesquecível, num suave descer de correnteza e na companhia de grande quantidade de peixes. Esta aventura já levou ao delírio gente do mundo todo.

Aquário Natural Baía Bonita

Impressiona pela limpidez da água, onde você flutua num mundo de belezas e convive por algum tempo com várias espécies de peixes e uma grande vegetação aquática, incluindo, carretilhas suspensas, cama elástica flutuante, cachoeiras e piscinas naturais. A Baía Bonita oferece-lhe uma rara oportunidade de mergulho nas águas mais cristalinas do mundo, num percurso de 900m. Trilhas através de densa mata, levam até o encontro de 3 rios, onde pode-se nadar.

Bonito Aventura

Descida do Rio Formoso com máscara e colete, através das pequenas cachoeiras de águas cristalinas, com exploração de cavidades naturais submersas. Trilha com 1.700 metros que levam ao Píer da Figueira, onde se inicia o mergulho livre.

Cachoeiras do Rio Aquidaban

Uma caminhada fascinante, com trechos tortuosos e inúmeras pequenas cachoeiras, onde se nada sob o impacto das águas. A trilha leva até uma das mais altas cachoeiras da região – 120m de altura – de onde se avista o Pantanal de Nabileque e um infinito de montanhas e florestas inteiramente virgens, cuja maior parte é uma reserva indígena. Percurso difícil, só para pequenos grupos. Não recomendado para crianças até 10 anos.

 
Parque das Cachoeiras

O passeio começa com uma caminhada por trilha ecológica em mata ciliar totalmente preservada, observando a fauna e a flora local, com contemplação e banho no Rio Mimoso, em suas seis cachoeiras, com formações de pequenas cavernas e tufas calcárias ao longo do rio.
Fazenda da Barra – Projeto Vivo
Um novo empreendimento de lazer e educação ambiental que mostra como é possível aliar conservação da natureza, ecoturismo e produção agropecuária. A programação inclui caminhada na trilha interpretativa em mata ciliar, descida de bote de borracha no Rio Formoso até a barra do Rio Miranda, almoço, passeio à cavalo pela Fazenda. Atividades para crianças: oficina de artes, reciclagem de papel, mini-trilhas e piscina com tobogã.

Balneário Municipal

Suas águas cristalinas permitem uma visão nítida de peixes de cores e tamanhos variados. Dispõe de sanitários, 2 quadras de vôlei de areia, lanchonetes e sorveterias.

Monte Cristo Parque

É no Monte Cristo Parque que nasce o Rio Formosinho, um dos mais límpidos e transparentes da região. Aqui você encontra caminhadas em trilhas, mergulho livre, cascatas, loja de artesanato e almoço típico de fazenda.

Recanto Ecológico Rio da Prata

Uma hora de caminhada em trilha na mata ciliar totalmente virgem, acompanhando o Rio da Prata até uma deslumbrante nascente. Daqui se parte em mergulho superficial com máscara e colete ou roupa de mergulho, podendo-se observar fauna e flora subaquáticas exuberantes.

Cachoeiras do Rio do Peixe

Uma fascinante caminhada na Fazenda Água Viva, normalmente acompanhada pelo próprio proprietário, num dos cenários mais bonitos da região. O percurso a pé dura 2 horas, através da trilha que passa em várias cachoeiras, piscinas naturais e pequenas grutas submersas.
Fazenda Ceita Corê
Beleza e cor, trilhas e grutas, cachoeiras e bichos, tudo isso você encontra na Ceita Corê, "Terra de meus filhos", terra de todos nós que gostamos da natureza. O passeio oferece almoço típico, caminhadas em trilhas por cerca de 2 horas acompanhado de guias especializados.

Ilha do Padre

Formada por matas verdes, inúmeras cachoeiras e piscinas naturais no meio do Rio Formoso. Possui cabanas simples de madeira e infra-estrutura para camping: banheiros, chuveiros, churrasqueiras em cada área de camping, piscina para crianças e quadra de vôlei de areia.

Estância Mimosa Turismo Rural e Ecológico

Trilha interpretativa pela mata ciliar do Rio Mimoso, com lindas orquídeas e bromélias. Comtemplação e banho em diversas cachoeiras, ricas em formações de tufas calcárias.
O conselhamos levar em todos os passeios: roupa de banho, toalha, boné, tênis, protetor solar, repelente, máquina fotográfica e/ou filmadora.
 
Como Chegar

 Não há vôos para Bonito. a melhor opção é ir de carro, pois apenas um ônibus diário liga a cidade a Campo Grande. A partir da capital, chega-se pela BR-262 até a entrada do município de Aquidauana, numa viagem de 150 quilômetros. Ali, dois caminhos levam a Bonito: um é mais curto, 107 quilômetros, mas a estrada é de toda de terra. O mais sguro é seguir pelo asfalto mais 120 quilômetros até Guia Lopes de Laguna, de onde sai uma outra estrada para Bonito, mais 54 quilômetros, apenas 32 de terra.

Onde Ficar

 Já são muitas as opções na cidade, desde o sofisticado Resorte Hotel Zagaia (tel. 067/255-1777), bons hotéis, como o Tapera (067/255-1700), e pousadas mais baratas e aconchegantes, como a Caramanchão (067/255-1674). Para comer, uma dica: os dourados e pacus assados do Restaurante Tapera, na rua principal. É preciso encomendar com antecedência.

Melhor Época

 Faz calor durante praticamente o ano todo. Entre maio e dezembro o tempo é mais estável. No verão, chove bastante e as estradinhas de terra que levam aos principais lugares podem ficar muito ruins.

O que ver

Depende do número de dias na cidade.
A Gruta do Lago Azul e as nascentes do Sucuri e do Olho D'Água são obrigatórias. Há ainda muitas cachoeiras e vale a pena conhecer lugares menos visitados, como o Buraco das Araras e a fenda de acesso ao Abismo Anhumas. 
Tudo pode ser resolvido nas muitas agências locais: Iverê (067/255-1166), Ygarapé (067/255-1733) e Hapakany (067/255-1315), entre tantas outras que trabalham com os mesmos passeios e preços. A Dive Bonito (067/255-1544) é uma boa opção para mergulhos em cavernas. Em São Paulo, a Dive Travel (011/844-6400) tem um roteiro com espeleomergulho e hospedagem numa fazenda típica da região. A Neotrópica Turismo (011/210-7880) tem programas especiais para grupos de crianças.

Reportagem : Dagmar Sodré Nunes

Voltar