Ilha Grande - RJ

Voltar

Ilha Grande é um verdadeiro Paraiso Ecológico!!!!

A impressão que se tem é que se chegou ao céu...naqueles bons tempo de Adão e Eva....As águas são límpidas, tranparentes e esverdeadas,consegue-se ter uma visão clara e límpida do fundo mar com todos os seus "moradores" tradicionais!

A mata é deslumbrante favorecendo caminhadas, treking ou apenas passeios inesquecíveis!Com uma vista privilegiada do alto de suas montanhas. Aquei praticam-se todos os tipos de esporte,como mergulho, treking, montanhismo, vôo livre, surfing, pesca, etc.
 
A ilha possui uma boa infra estrutura  permitindo   que   se   tenha   uma   boa acomodação sem perder o contato primário com a Natureza! Só se chega à Ilha de barco,o que já evita uma boa parte de problemas de poluição e congestionamento na Ilha.

Um pouco de História...

Durante a primeira metade do século XX, a Ilha dividiu sua história com a vida da população carcerária, funcionários do presídio e suas respectivas famílias. Depois de extinta a Colônia Penal, diversas Secretarias de Estado em vários governos tentaram sua ocupação. No entatnto seu destino foi encontrado em 1977, quando por decreto do Governo de São Paulo, a Ilha Anchieta foi transformada em Parque Estadual, com o objetivo de preservar áreas consideradas históricas, permitir a visitação pública com segurança e propiciar oportunidades para pesquisas culturais e programas de educação ambiental.

     

Dicas para sua viagem...

Visitar uma igreja construída em 1796, na Freguesia de Santana, bem como conhecer a igreja de São Sebastião, em Vila Abraão, é descortinar os meandros de uma cultura sob forte influência religiosa. Caminhar pelas ruas e praias de Vila Abraão é sentir descontração e conviver com a harmonia da natureza.
Passando pela Pedra do Elefante, pela praia Preta e por alguns riachos, são 15 minutos de uma gostosa caminhada à beira mar, para chegar às ruínas do antigo Presídio.
Hoje, só restam ruínas da Colônia Penal Cândido Mendes. As casas dos funcionários desafiam o tempo sem que nenhum trabalho de restauração esteja sendo executado. Até o belo aqueduto construído no século passado, está abandonado sem nenhuma providência para impedir sua destruição.
Nas ilhas de Jorge Grego, dos Meros, das Palmas e pontas do Acaiá e Alta da Parnaioca pratica-se caça submarina. Montanhismo pode ser realizado no Pico do Papagaio (990 m), no Pico do Ferreira (740 m) e na Pedra D’água (1031 m). A pesca de fundo acontece na Enseada de Lopes Mendes, na Ponta dos Meros, no Sítio Forte e do Barreto e na Praia do Sul. Nas Praias de Lopes Mendes, Aventureiro e Sul, pode se surfar tranqüilamente.
O acesso à Ilha Grande só é possível de barco. Grandes barcas da CONERJ fazem diariamente os trajetos de Angra dos Reis e de Mangaratiba para a Ilha Grande e vice-versa. Os horários e preços devem ser confirmados diretamente com a CONERJ: 021 533.6661. O tempo de percurso em ambos os trechos é de aproximadamente 1h30. Na alta temporada, fins de semana e feriados, costumam sair outros barcos particulares.

Não se esqueça de preservar o Paraiso...


Pratique esportes, ande, nade, entre em contato com a Mãe Natureza mas não se esqueça das regras básicas:

Não caçar os animais silvestres. Na ilha existem muitas espécimes ,tais como macacos e aves que estão em seu habitat natural, respeite-os!
Há muitas plantas num ecossistema perfeito, não arraque , não pise...não maltrate a Natureza!!!
Ao passear pela ilha, leve sempre um saquinho para recolher o lixo.O lixo que deixamos acaba com o "Nosso Paraiso" além de levar alguns milhares de anos para se decompor na Natureza. Principalmente se vc possui o hábito de fumar, não se esqueça nunca de recolher a sua bituca! Ela acaba com a praia e com os passeios futuros que nosso filhos ainda poderão curtir!

Outros Links para Matérias em Rio de Janeiro:
-
Búzios
- Itatiaia
- Parati
- Passeio ao Corcovado
 
Reportagem : Dagmar Sodré Nunes 

Voltar