Como tirar passaporte

Voltar

Veja como tirar passaportes para outros países !

Nas viagens para o exterior, a identidade e o CPF (Cadastro de Pessoa Física) serão substituídos pelo passaporte. Ele é sua identificação fora do país. Para tirar o passaporte, é preciso levar seu R.G. - carteira de identidade - ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de residência, título de eleitor com o certificado dos dois últimos votos e duas fotos 5x7.  

Também são necessários a certidão de casamento, para os casados, e o certificado de reservista, para homens de 18 a 45 anos. Todos originais. Junto com esses documentos,  também deve ser apresentado um formulário  preenchido  de solicitação do passaporte, encontrado em papelarias. É preciso ainda pagar uma taxa (GAR/Funapo) de R$ 89,71 no Banco do Brasil - entregue o comprovante junto com os documentos citados. Quem tem passaporte vencido deve levá-lo também.  

Com isso em mãos, basta ir aos postos da Polícia Federal. Em São Paulo, o posto central fica na Avenida Prestes Maia, 700. O telefone é (0XX11) 3225-5080. Existem também postos nos shoppings West Plaza, Alphaville, Aricanduva, ABC, Tatuapé, Continental, Eldorado, Ibirapuera, Plaza Sul, Penha e Paulista. No Rio de Janeiro, o principal posto fica na região central, na Rua Rodrigues Alves, 2. O telefone para informações é (0XX21) 2912142. De posse de seus documentos, despachantes podem tirar o documento, cobrando algo próximo de R$ 50,00.

Perder passaporte fora do País é sinônimo de dor de cabeça. Portanto é aconselhável tirar uma cópia da página 2 do passaporte, que não substitui o original mas ajuda na solução de alguns problemas. Caso isso aconteça, procure rapidamente a embaixada ou o consulado do Brasil.

Outro documento importante é o visto, que é anexado ao passaporte. Ele é exigido por alguns países, como Estados Unidos, México, Canadá, Japão, China, Índia, alguns da Europa Oriental e a maioria dos países da África e da Oceania. Já para os países do Mercosul e da Europa Ocidental, ele não é necessário. Providencie o visto e o passaporte bem antes da data do embarque.

Para obter o visto, você terá de marcar uma entrevista na embaixada ou no consulado do país de destino. Cada nação tem um procedimento próprio para liberação do documento. A embaixada e os consulados dos Estados Unidos, por exemplo, pedem o passaporte, uma foto 5x7, o protocolo original de um imposto de renda, holerite, carteira de trabalho ou contrato social. Se for estudante, leve o comprovante de matrícula.

Alguns países cobram taxas, que têm de ser pagas em bancos determinados por eles. Os Estados Unidos, por exemplo, cobram US$ 45,00 para encaminhar o processo (o visto pode ser recusado e o valor, a ser pago em qualquer agência do Citybank, não é reembolsado). O visto americano de turista tem validade de 10 anos

Veja o que é preciso fazer e quanto tempo leva para conseguir visto de entrada em dez países que ainda exigem visto.

Estados Unidos
O visto sai em dois dias. Em São Paulo, a entrevista precisa ser marcada
pelo (11) 3347-3130
5 a 10 anos
Taxa: US$ 45
Despachantes podem encaminhar o pedido. Mas só quem nunca teve visto
recusado pode ser liberado da entrevista.
S. Paulo,  (11) 881-6511; Rio,  (21) 292-7117; Recife,  (81) 421-2441;
Brasília,  (61) 321-7272

Canadá
Recebe os pedidos pela manhã, de segunda a quinta, e entrega os vistos no
mesmo dia, à tarde
6 meses
Taxa: R$ 100
São rigorosos com o propósito da viagem. Se você vai a negócios, não tente
passar por turista
S. Paulo,  (11) 253-4922

República Tcheca
Funciona só às 2ª, 4ª e 6ª de manhã. O visto demora de dois a três dias
6 meses
Taxa: R$ 32
Se você pagar uma taxa de urgência, o visto sai no mesmo dia
S. Paulo,  (11) 211-8997; Rio,  (21) 266-2033; Brasília,  (61) 242-7905

México
O formulário deve ser entregue pessoalmente, de manhã. O visto sai no dia
seguinte, à tarde
3 meses
Taxa: US$ 28
Por causa da proximidade com os Estados Unidos, dificultam o acesso de
possíveis imigrantes
S. Paulo  (11) 881-4921; Rio,  (21) 553-2059; Brasília,  (61) 244-1011

Índia
Os vistos saem em um dia
6 meses
Taxa: R$ 55
O visto é puramente burocrático. Pode ser encaminhado por um office-boy
S. Paulo, (11) 3171-0340; Brasília,  (61) 248-4006

Egito
Os vistos saem em um dia
1 mês
Taxa: R$ 40
Pode ser providenciado por despachantes ou agências de viagem
Rio,  (21) 552-8995; Brasília,  (61) 323-8800

Japão
O visto deve ser pedido e retirado pessoalmente, ou por familiar próximo.
Sai em dois dias úteis
3 meses
Taxa: R$ 30
É um dos mais complicados. Exige até o roteiro da viagem
S. Paulo,  (11) 287-0100; Rio  (21) 265-5252; Brasília (61) 242-6866; Recife
(81) 224-1930;
P. Alegre,  (51) 334-1299

Austrália
O visto é pedido por correio ao consulado de Brasília e chega à casa do
viajante duas semanas depois
1 ano
Taxa: R$ 68
(mais despesas de correio)
É fácil, mas demorado. Não deixe para a última hora
S. Paulo (só informações e retirada de formulário),  (11) 829-6281
Brasília,  (61) 248-5569

Cuba
Atende das 9h30 às 12h30, de 2ª a 6ª. O visto fica pronto em 24 horas
1 mês
Taxa: US$ 15
A agência que vender o pacote pode se encarregar do visto
S. Paulo,  (11) 3873-4537; Brasília,  (61) 248-4710;

Hungria
O visto sai em um dia
6 meses
Taxa: US$ 40
Se pagar mais, pode conseguir o visto no mesmo dia
S.Paulo,  (11) 5506-5011; Brasília,  (61) 443-0836