Seguro Viagem - Jan/05

Voltar

Antes de embarcar para qualquer viagem internacional seja ela para turismo, educação, estágio, trabalho ou permanência por tempo determinado, é fundamental que seja feito um seguro de viagem para garantir a segurança e comodidade de sua ida ao exterior. O seguro-viagem proporciona assistência médica em caso de enfermidade ou acidente, cobertura de gastos com medicamentos e serviços odontológicos, indenização suplementar à da companhia aérea por perda de bagagem, ajuda em caso de perda de documentos, serviços de localização e identificação de bagagens, auxílio em problemas jurídicos e até traslados do corpo, em caso de morte.

Se no valor do pacote turístico não estiver incluso algum tipo de seguro de viagem, você poderá contratá-lo por meio de corretoras ou mesmo por meio das próprias agências. Há muitas opções disponíveis no mercado. A apólice pode abranger não somente doenças, medicamentos e morte, como também extravio de bagagens.

Caso possua uma apólice de seguro de vida, cheque com a seguradora se há cobertura para eventuais imprevistos durante a viagem.

Lembre-se de que as empresas de cartão de crédito oferecem esse tipo de vantagem aos portadores de cartão internacional.

O contrato especifica as coberturas e os números de telefone que atendem o segurado no exterior. Caso precise de atendimento de urgência em instituições não credenciadas, o segurado pode solicitar reembolso dentro do limite de cobertura garantido.

Para sua maior tranqüilidade, o viajante deve ter sempre à mão os telefones e contatos com a seguradora. E deixe esta informação junto aos menores que estiverem sob sua responsabilidade na viagem, se possível num crachá, para eventuais emergências.

Diferenças entre seguro e assistência viagem

Dezembro, mês das festas de final de ano e promessas de um Ano Novo com saúde e felicidade. Nesta época as viagens sempre acontecem e, para que ninguém tenha aborrecimentos, é preciso escolher bem a assistência ou seguro viagem - dois serviços bem díspares.

“É preciso saber a diferença entre os dois produtos para não transformar a viagem dos sonhos em um pesadelo”, comenta Octavio Bernardini, presidente da World Plus, única empresa de seguro viagem do mercado brasileiro e que opera em 192 países com assistência e atendimento 24 horas em língua portuguesa.

Para as agências, operadoras e futuros viajantes, as diferenças entre o seguro e a assistência de viagem podem passar despercebidas, mas para os olhos mais atentos, alguns pontos são perceptíveis. No caso do seguro viagem, a cobertura é por evento, ou seja, o segurado tem direito ao valor integral do plano em cada situação. Já na assistência, há um limite que é descontado por circunstância. Além disso, em um seguro viagem como a World Plus, não há limite de idade. Na assistência, o usuário com mais de 60 anos pode ter de pagar um acréscimo de 50% no valor do serviço. Para os viajantes que gostam de emoções mais fortes, no seguro viagem há cobertura mundial para todos os esportes de risco. Na assistência, o plano é internacional e só cobre práticas de esqui. Por último, a World Plus, tem cobertura exclusiva da Sul América Seguros, o que garante uma viagem mais sossegada para as festas de final de ano.

“Quando conhecemos o produto adquirido a viagem fica mais tranqüila e se algo acontecer fica mais fácil saber qual ação tomar”, afirma Bernardini.