Compare Produtos, Lojas e Preços
Negócios

Turistas Chineses aumentarão no Brasil - Ago/05

Voltar

O ministério do Turismo prevê um grande aumento de turistas chineses no Brasil. passando de 14 mil em 2004 à 120 mil até 2007. A meta é superior à previsão anterior quando se esperava 100 mil de turistas chineses até 2007.

Através de uma comissão público-privada, foi feita uma seleção de 25 agências brasileiras que poderão atuar na recepção aos turistas chineses no Brasil e foi concedido o ADS (Status de Destino Aprovado), uma exigência do governo chinês. O Brasil obteve tal licença em novembro do ano passado, através de negociação do governo federal por meio do Ministério do Turismo. O ADS permite que empresas de turismo montem e vendam pacotes a chineses para visitarem o País.

O ministro entregou a lista, com 25 agências brasileiras, ao embaixador da República Popular da China no Brasil, Jiang Yuande e recebeu deste em contra-partida uma lista com 672 operadores chineses. Ou seja, cada empresa no Brasil terá em média de 25 empresas da China para trazer turistas, gerando, assim, mais empregos e distribuição de renda no Brasil

De 1994 a 2003, o total de turistas chineses ao exterior chegou a 100 milhões, com um aumento anual de 13,87 por cento. Em 2004, 22 milhões de chineses saíram em viagens pelo mundo, sendo que 14 mil visitaram o Brasil.

25 Agências brasileiras selecionadas:
 
• BRASIF
• TUNIBRA
• TRAVEL SHOP
• NEW LINE
• ODARA
• BLUMAR
• FELLINE
• AMBIENTAL
• NASCIMENTO
• UCB TURISMO
• GO 4 BRAZIL
• EASING GOING
• THE WAY TRAVEL
• BRAZILIAN FIESTA
• DEL BIANCO
• HAPPY HOLIDAY
• GOLDEN FOZ
• BIOSFERA ECO-BRASIL
• OPCO TOURS
• TOURS BRASIL
• ITIQUIRA TURISMO
• LATINSINA
• MASTER TURISMO
• ORION TRAVEL
• YOSHIDA AGÊNCIA DE TURISMO

Em 2003, a China superou pela primeira vez o Japão com 20,2 milhões de turistas no exterior.
Segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT), a China se tornará em 2020 no quarto país do mundo a enviar o maior número de turistas para o exterior, situando-se entre os dez primeiros no consumo por turista no estrangeiro.

Além da troca de listas, o acordo prevê a proteção aos turistas chineses em trânsito no Brasil --com a disponibilização, pelas operadoras autorizadas, de um serviço 0800 com atendimento em chinês e inglês, a facilitação na obtenção de vistos. Os turistas, tanto brasileiros quanto chineses, não precisam ir nas embaixadas pedir o visto, já que a agência autorizada fará essa intermediação.

O destino Brasileiro preferido tende a ser o Rio de janeiro, pois dos 4,6 milhões de turistas estrangeiros que visitaram o Brasil no ano passado, cerca de 1,8 milhão, ou 39,1% do total, foi ao Rio em 2004, mesmo com as notícias de violência que costumam aparecer na mídia estrangeira.

É preciso entretanto qualificar mais os profissionais e guias para receber os turistas chineses como o domínio da língua mandarim e com um ajuste de linhas aéreas, hotéis e das agências selecionadas. O Brasil tem muito a ganhar com a vinda dos chineses ao país pois a média de gasto diário de um chinês em viagens é de US$ 107 por dia, valor similar ao gasto pelo turista americano (US$ 106,56) e acima da média de turistas de outros países, que é de US$ 89.

A China, por sua parte, quer ser o principal destino turístico do mundo. Para isso eles querem aproveitar os Jogos Olímpicos de 2008, que serão em Pequim e repetir o exemplo de Barcelona que após a reformulação e a divulgação das Olimpíadas de 1992 consolidou-se no mapa do turismo internacional.

Reportagem: Wagner Vieira

Voltar