Passeio de Maria Fumaça no Sul

Voltar

O passeio de Maria Fumaça entre Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa no Rio Grande do Sul é encantador. São 23 Km de emoção !!!

Você   embarca num clima de muita alegria e de muita nostalgia , com uma  banda de músicos e taças de vinho.

O trem está em perfeito estado de conservação nos remetendo a um de um tempo onde a Maria Fumaça era um meio tradicional de transporte; tem-se a sensação de estar em um filme da época das grandes fazendas e cafezais. O veículo foi utilizado para as filmagens do “Quatrilho”, filme indicado ao oscar de melhor filme estrangeiro.

No percurso você é visitado em sua  cabine por artistas que contam piadas, tocam sanfona e cantam as típicas e  eternas canções italianas do começo do século!

O passeio é muitíssimo agradável ,com duas paradas clássicas: uma para a degustação de champanhe e outra para a degustação de vinhos.

Na janela , muitas paisagens verdes e   agradáveis,e quando passamos pelos lugarejos, as pessoas acenam ao ver a Maria Fumaça passar!! Parece poesia!

mariafumaca.jpg (54282 bytes)

O município de Garibaldi foi colonizado por diversas etnias, onde predominou a cultura italiana. No centro da cidade observa-se fortes traços da arquitetura européia do início do século, com forte influência francesa.     Conhecida como a "Terra do Champanha", a cidade é responsável pela elaboração de mais de 80% do vinho espumante nacional.

Bento Gonçalves,Farroupilha,Garibaldi, Caxias do Sul e Carlos Barbosa, são algumas das cidades que fazem parte da região conhecida como Pequena Itália. Assim chamada por preservar a autenticidade da arquitetura colonial e fortes traços culturais europeus deixados pelos imigrantes.

As marcas da colonização  podem ser vistas nas antigas casas de pedra ou madeira, nas massas caseiras preparadas com a mesmas receita das nonas, no dialeto e no vinho.  

Outros Links para Matérias no Rio Grande do Sul:
-
Gramado e Canela
- Festival de Balonismo em Torres
- Festa Nacional do Pinhão - Lages
- Bento Gonçalves

Reportagem : Dagmar Nunes Sodré

Voltar