Festa Nacional do Pinhão - Lages - RS - Mai/04

Voltar

Junho é o mês de Festa Nacional do Pinhão - A cidade de Lages, na serra catarinense, espera ansiosa a visita de turistas de todo país em junho, para prestigiar a maior festa cultural e gastronômica do estado. O ar gelado e as baixas temperaturas, são compensadas pelo calor humano do lageano

A 16ª Festa Nacional do Pinhão, que acontece em Lages de 04 a 13 de junho, é o maior evento gastronômico e cultural de Santa Catarina, colocando em evidência a comida típica a base de pinhão, os festivais de música nativistas, o tradicionalismo e a origem de um povo que tem sua história nas raízes campeiras.

O evento começou no início da década de 80 como uma mostra de campo, denominada Festa do Interior, que constituía num aglomerado de boxes típicos de costaneiras, muitos deles cobertos de esteiras e taquaras, de folhas de xaxim e até mesmo de butiazeiros. Nos boxes eram servidos e vendidos pratos típicos, salgados, quentes, frios, doces caseiros, bebidas, paçoca de pinhão, etc. As atrações ficavam por conta de apresentações nativistas, bailes, domingueiras e outras atrações como torneio de laço, concursos, trovas e missa campeira (crioula).

De uma mostra de campo tímida, a Festa do Pinhão se tornou um evento indispensável no calendário turístico de Santa Catarina. O que era apenas uma manifestação da cultura lageana se transformou num festa nacional que atrai todos os anos mais de 250 mil pessoas. Hoje o evento movimenta todo o setor econômico da Serra Catarinense.

Durante os meses que a antecedem, a Comissão Central Organizadora, juntamente com iniciativa privada e a comunidade, trabalham para que nos dez dias de festa os participantes e visitantes aproveitem ao máximo as diversas atrações turísticas, culturais, gastronômicas e campeiras.

O símbolo da festa é a Gralha Azul, ave responsável pela reprodução da araucária, que produz o pinhão. Este pássaro que se alimenta da semente da araucária angustifólia (pinheiro brasileiro), da mesma forma como fazem outras espécies da fauna regional. Ela costuma armazenar o pinhão em tocas de tatu ou enterra superficialmente a semente em locais ermos dos campos, disseminando dessa forma o pinheiro brasileiro.

Sapecada cultiva as tradições nativistas

A Sapecada da Canção Nativa é um festival, com etapas regionais e nacionais, que visa preservar as raízes culturais, despertando o interesse dos compositores, poetas, pesquisadores, professores e artistas de uma forma geral. Além de fomentar a expressão da arte, temas e ritmos regionais, divulga a cultura, a história e os costumes da região serrana, integrando o município de Lages ao movimento nativista.

A Sapecada tem o perfil dos festivais realizados no Rio Grande do Sul como “Coxilha” e “Califórnia da Canção”. Os próprios músicos gaúchos se integram aos demais nos dias do evento para julgar as concorrentes ou participar das apresentações.

Este ano a Sapecada da Serra Catarinense, na sua 4ª edição, abre a tradicional Festa Nacional do Pinhão (04 de junho), seguida da 12ª Sapecada da Canção Nativa que reúne os melhores nomes da música nativista do Cone Sul, nos dias 06, 07 e 08. A grande novidade fica por conta do CD duplo que estará circulando no evento com 12 músicas da Sapecada Catarinense e 12 da Nacional.

Para os interessados as inscrições já estão abertas e vão até 22 de março. No caso de inscrições via Correio, valerá a data de postagem, desde que estejam em mãos da comissão organizadora até 26 de março. Elas podem ser feitas gratuitamente na Diretoria de Turismo (Praça João Ribeiro 164) e no Instituto Gaúcho de Tradições e Folclore (IGTF) em Porto Alegre (RS), fone: (51) 3228 1764.

Na fase nacional a premiação para o 1º lugar é um troféu e R$ 6 mil, o 2º um troféu e R$ 3 mil e o 3º lugar também troféu e R$ 2 mil. A música mais popular recebe troféu e R$ 800,00. Vão receber ainda troféu e premiação em dinheiro o melhor intérprete e instrumentista, melhor letra e arranjo, melhor conjunto vocal e tema campeiro e o melhor tema sobre a região serrana.
Informações sobre a Sapecada: Carla Arruda – (049) 222-5225

Festa movimenta a economia da Serra Catarinense

A festa proporciona um lazer de alto nível aos participantes trazendo o melhor das apresentações culturais e gaúchas do sul do país, além de shows nacionais com renomadas bandas e cantores. Os resultados da última edição contabilizaram pontos mais que positivos para Lages, movimentando o comércio, hotéis, restaurantes, postos de combustíveis e muitos outros setores. Foi um desafio que reuniu, além da equipe do poder público municipal, também iniciativa privada e comunidade.

Na verdade a população já começa a ser contagiada com as Festas Itinerantes, que acontecem em alguns bairros antes do evento, o que envolvem e integram os moradores. Além disso, pais e alunos de escolas municipais tem espaço aberto para mostrar trabalhos e talentos musicais.
Passaportes já começaram a ser comercializados

Os passaportes para a festa deste ano já começaram a ser vendidos nas agências do BESC ao valor de R$ 70,00. O ingresso individual, a princípio, vai ter o mesmo valor do ano passado, sendo que a meia entrada, válida para estudantes e idosos, custará R$ 7,00. Segundo o presidente da Comissão Organizadora da festa, Cristóvam Araújo Cardoso, o passaporte facilita o trânsito dos visitantes ao parque, no caso de mais de uma saída e entrada nos portões durante os eventos.

Estrutura montada para informações turísticas

Os turistas que vir a Lages prestigiar a Festa do Pinhão já tem a disposição vários pontos para informação. Na Casa do Turista, que fica na Avenida Duque de Caxias, um receptivo coloca a disposição informações gerais sobre a cidade e a região, roteiros turísticos, hospedagens e city tours que integram a Serra Catarinense. Cinco pontos de informação também vão estar espalhados pela cidade: na Diretur, localizada na Praça João Ribeiro (esquina da rua Frei Rogério); na Central de Atendimento ao Turista (ao lado do Posto Saci); no Recanto do Pinhão (Praça João Costa), no Parque de Exposições Conta Dinheiro (local da Festa) e no Terminal Rodoviário Dom Honorato Piazzera.
Maiores informações: Citur (049)223-6206 ou na Diretur (049) 221-1096

Variedades no Parque Conta Dinheiro

Shows Nacionais – A comissão organizadora da festa procura trazer para o evento as principais atrações musicais do cenário nacional. Os nomes ainda estão sendo estudados e em breve serão divulgados ao público.

Artistas Locais – Estes talentos têm uma atenção toda especial da CCO, que sede um espaço para que se apresentem e mostrem seu talento para o público. Tais apresentações acontecem nos três palcos do Parque Conta Dinheiro, no Recanto do Pinhão, situado no Calçadão da praça João Costa, no Centro, e também nas festas itinerantes.

Palco Alternativo - As várias tendências musicais estão presentes no Parque Conta Dinheiro. Principalmente bandas de rock, reggae, pagode, forró e música pop. A novidade do palco alternativo são as bandas de garagem.

Invernadas Artísticas - Acontecem dentro do parque num local reservado para as apresentações de danças tradicionais folclóricas. Mais de 10 Centros de Tradição Gaúcha (CTGs) apresentam-se no evento. Algumas dessas apresentações são realizadas num palco externo no Parque Conta Dinheiro, permitindo que as pessoas que se deslocam para as várias áreas apreciando as manifestações do folclore e da tradição regional.

Gastronomia – A Festa reúne o melhor da culinária produzida à base de pinhão. O preparo do pinhão é variado: pinhão assado na chapa, na brasa ou sapecado em meio as grimpas de pinheiro. Cozido ou como ingrediente de pratos saborosos como a da paçoca de pinhão, a gastronomia da festa destaca-se por sua diversidade. Embora a temperatura durante os dias da festa seja baixa, sugerindo bebidas quentes, o maior consumo é de cerveja.

BANCO DE DADOS
Evento: 16ª. Festa Nacional do Pinhão
Quando: 04 a 13 de junho de 2004
Onde: Lages (Serra Catarinense distante 200 quilômetros de Florianópolis)
Local: Parque de Exposições Conta Dinheiro
Realização: Prefeitura Municipal, parceiros públicos e privados
Atrações: Shows nacional, regionais e festival de música nativista
Hotéis: Ampla rede hoteleira urbana e de turismo rural, além de hospedagem alternativa
Informações turísticas: (49) 221 1096 (Valdir Gobbi)
Informações Festa: (49) 221 1029 – 91011577 - Cristóvam Cardoso Araújo– Presidente da Comissão Organizadora
Informações Imprensa: (49) 221-1011
Site oficial: www.cidadelages.com.br E-mail: prefredacao@iscc.com.br ou imprensa@iscc.com.br
 

Comissão Central Organizadora da 16ª Festa Nacional do Pinhão
Presidente: Cristóvam Cardoso Araújo
Assessoria Jurídica: Francisco Ramos Martins
Secretária Geral: Maria Aparecida Albuquerque
Comissão de Comunicação e Marketing: Edson Varela
Comissão de Turismo, Cultura e Lazer: Valdir Gobbi,
Aidamar Seminotti Hoffer
Maria Lúcia Brentano
Carla Arruda
Gilberto Ronconi
Mayra Ceron Pereira
Joaquim Goulart Júnior
Comissão de Finanças: José Carlos Oneda
Comissão de Administração e Segurança: Celso Antonio Calcagnotto
Antonio Cesar Arruda
Comissão de Saúde: Carlos Alberto Zapelini
Comissão de Infra-estrutura: Cesar Murilo Ramos Vieira
Iodori Borges
Comissão de Paisagismo e Limpeza: João Alberto Duarte

P.S.: A Comissão Organizadora da festa foi nomeada pelo prefeito Raimundo Colombo através da portaria nº 458/2002

Outros Links para Matérias no Rio Grande do Sul:
-
Gramado e Canela
- Passeio de Maria Fumaça
- Festival de Balonismo em Torres
- Bento Gonçalves