Qual a sua opinião sobre a lei de não fumar durante as viagens de avião ? - Jul/01

Voltar

Durante o mês de Junho de 2001 a Revista Turismo promoveu uma enquete entre seus internautas onde perguntava-lhes o que eles pensavam sobre a proibição de fumar durante as viagens de avião. Decidimos fazer tal pesquisa para avaliar a opinião dos turistas em relação a este tema, principalmente porque foi próximo do dia mundial contra o tabagismo: 31 de maio.

Para responder, o visitante deveria escolher entre seis opções: Duas concordando com a existência da lei, três não concordando e uma para aqueles que não desejavam opinar.

A grande maioria das pessoas concordam com tal lei, legitimando sua existência.  Como estamos em uma democracia, as leis devem ser feitas para beneficiar e responder pelos anseios da maioria da população.

De acordo com nossa pesquisa, 86.95% dos votantes acreditam que a existência de tal lei é necessária e benéfica para a população como um todo. Já 11,69% dos votantes são fumantes ou simpatizantes de fumantes que defendem a liberdade dos fumantes de fumarem nas viagens de avião, e 16 pessoas ou 1,.37% decidiram não opinar.  
 

Opções Votos %
Concordo - Eu não sou fumante e não quero inalar fumaça dos outros 864 73,72
Concordo - Sou fumante mas entendo que devemos respeitar o direito dos outros. 155 13,23
Discordo - Deveria ter um lugar reservado para quem fuma, como um fumódromo 119 10,15
Discordo - Não fumo mas entendo as necessidades de quem fuma. 9 0,77
Discordo - Estamos em um país livre e deveria ser permitido a qualquer um que fumasse 9 0,77
Não tenho opinião formada. 16 1,37

A cada dia que passa o uso do cigarro tem sido combatido pelas agências de saúde, ministério da saúde e demais órgãos do governo contra o tabagismo, onde foram aprovadas leis, algumas discutíveis, em relação a fumar em lugares públicos.

Atualmente é proibido fumar em lugares fechados em lugares públicos como shoppings, bares internos, restaurantes (que não tenham área de não fumantes), e vários lugares. A pouco tempo estava sendo discutido a possibilidade de aplicar multa em quem fumasse dirigindo um automóvel, o que também é discutível pois isto seria uma invasão da liberdade individual.

Existe muita discussão pois os fumantes não querem perder sua liberdade e sua comodidade de fumar aonde lhe convier e os não fumantes não querem ter que conviver com a fumaça do cigarro e estar  acessível ao mesmos males que atingem quem fuma. Cientificamente comprovado, médicos apontam que as pessoas que inalam fumaça de cigarro tem possibilidades de contrair problemas de saúde que atingem os fumantes como problemas respiratórios, câncer no pulmão e etc.

Detalhando melhor a pesquisa e verificando as porcentagens de cada opção disponibilizada, constatamos que 74,49% dos turistas visitantes do site não são fumantes. Destes 73,72% exigem seus direitos de não serem obrigados a conviver com pessoas fumantes durante suas viagens em transportes públicos. Somente 9 pessoas ou 0,77% acharam que não haveriam problemas em conviver com o cigarro e que a necessidade dos fumantes devem ser mantidas.

Dos 24,15% dos fumantes votantes, 13,23% concordam com a proibição de não fumar, pois respeitam o direito dos não fumantes. É bom saber que fumantes possuem este pensamento altruísta e reconhecem o direito dos outros abdicando sua necessidade de fumar.

Já 10,15% não concordam com a proibição, mas pensam em outras alternativas como a adaptação de certos lugares no avião para passageiros fumantes, isolando do resto da tripulação. A Revista Turismo entrou enviou e-mails para as companhias aéreas sobre adaptações das aeronaves, mas não recebeu nenhuma resposta até o fechamento desta edição. O que mostra os péssimos serviços on-line que as companhias aéreas fazem em seus sites, como foi constatado recentemente em uma pesquisa realizada pela revista N@gócios.

Contudo 0,77% dos votantes acreditam que deveria ser permitido que todos fumassem em qualquer lugar, independentemente da vontade das outras pessoas ou do ambiente, ou da segurança pessoal, etc. 

Em relação a se fumar em  viagens de avião adota outro tipo de problema. Além dos problemas citados atrás em um avião tem o risco de incêndio. Alguns passageiros fumantes que não agüentam esperar a viagem toda para fumar, vão até o toalete para tentar fumar escondido. Mas a fumaça também pode atrapalhar os detectores de incêndio da aeronave. Por isso, para evitar outros problemas e a segurança dos demais passageiros é que o cumprimento das normas deve ser cumprido.

Existem vários tipos de fumantes. Há aqueles que fumam ocasionalmente e que uma viagem de avião não significa nada. Mas para aqueles que fumam em grande quantidade, mais de um maço por dia, a viagem passa a ser um inferno. Principalmente ser com o nervosismo devido a viagem de avião, a pessoa passa a ficar cada ver com mais vontade de fumar.

Quando a viagem é de ônibus, trem, carro, etc., ainda dá para fazer paradas para fumar, mas com um avião é totalmente diferente pois as paradas são demoradas.

A Revista Turismo é a favor de campanhas anti-tabagismo e procura sempre apoiar causas similares. Mas apesar disto, nós entendemos que não se modificam hábitos e valores de forma abrupta. Nossa função é transmitir a informação, tentar conscientizar a população e fazer o possível para que as pessoas tenham mais saúde e melhor qualidade de vida.

Reportagem: Ulisses Nunes Sodré 

Voltar