Quais notícias saídas do Brasil prejudicam mais o turismo brasileiro ? - Set/01

Voltar

A violência é um dos fatores que mais inibem a vinda de turistas de outros países ao Brasil, que é um país que atrai turistas devido a sua rica natureza, mas que apesar desse grande mercado promissor, não consegue obter sucesso.

Muitos países que não tem as mesmas características promissoras tem recebido maior número de turistas, o que faz com que muitos setores de comércio brasileiros não tenham as receitas provenientes de turistas que poderia ter se fizesse incentivos na área.

Nesta pesquisa, procuramos obter qual a opinião do turista em relação a imagem que o Brasil (sociedade e governo) passam para os outros povos do mundo e que possa estar inibindo a entrada de novos turistas e consequentemente prejudicando o mercado interno. Selecionamos algumas notícias que notamos estar mais em evidencia nos últimos tempos e colocamos para votação no mês de julho de 2001.

De acordo com 37,01% das pessoas que votaram na pesquisa, a notícia proveniente do Brasil que prejudica mais o ingresso de turistas no Brasil é "crime organizado e tráfico de drogas".  Recentes notícias sobre ações do grupo criminoso PCC e constantes confrontos de criminosos com a polícia em favelas principalmente do Rio de Janeiro e São Paulo tem despertado nas pessoas um sentimento de insegurança fazendo com que os próprios moradores próximos ao local passassem a adotar rotinas diferenciadas e novos hábitos para ter segurança. O turista estrangeiro, lendo e vendo notícias como estas realmente deve achar que pode ser assaltado a qualquer momento nas ruas do Brasil. E não é pra menos. Até nós brasileiros tememos ser atingidos por balas perdidas disparadas por traficantes em fuga da polícia.  

Seção

Votos

%

Crime organizado e tráfico de drogas 319 37,01
Corrupção - roubos e desvios de verba do governo 177 20,53
Um dos países com maior nível de desigualdade social 153 17,75
Rebeliões em presídios, casa de detenção 139 16,13
Tratamento dado as crianças na Febem 74 8,58
Total 862 100,00

A segunda posição foi alcançada pela alternativa "Corrupção - roubos e desvios de verba do governo", alcançando 20,53% da votação. Diversos escândalos que aparecem em altos membros do congresso nacional prejudicam muito a imagem do país. Os dois últimos presidentes do senado federal (o cargo mais importante depois da presidência da república e do vice-presidente). ACM foi cassado e atualmente não é senador, Jader Barbalho responde à gravíssimas acusações em relação a sua época de governador do Pará. Seu vice Edson Lobão também é suspeito de outras acusações.

O presidente, que deveria trabalhar para corrigir estes problemas é outro que sofre com diversas acusações em seu governo desde quando assumiu a presidência quase 8 anos. São compra de votos em sua reeleição, contas fantasmas nas ilhas Cayman, grampos telefônicos acusando-o de favorecimento em processo de privatização, e etc. Muitos casos nebulosos que atacam principalmente a base aliada do governo.

A terceira notícia que os internautas mais votaram foi "um dos países com maior nível de desigualdade social" com 17,75%. Apesar de um presidente sociólogo, cada vez mais o Brasil se torna um país injusto, onde as pessoas mais ricas ganham cada vez mais e as pessoas pobres se tornam cada vez mais pobres. A diferença entre os ricos e os pobres está aumentando. A classe média está se distanciando dos ricos e tentando sobreviver. Existe um vácuo grande entre essas classes sociais. 

O governo parece não tomar medidas para combater esta desigualdade pois promove mais a abertura da economia para o incremento de empresas estrangeiras com mais capacidade e subsidiadas do que as brasileiras e privatiza diversas estatais, aumentando o desemprego e piorando cada vez mais este quadro.

Em quarto lugar está a notícia "rebeliões em presídios e casa de detenção" com 16,13%.  É incrível como acontece rebeliões em presídios e em Febem. Todos os dias existe algum destes locais em rebelião onde a polícia tenta dialogar com presos e atender suas reivindicações. Os presos tem cada vez mais coragem e não tem mais medo da polícia. Durante estas rebeliões, surgem notícias (no Brasil e no exterior) informando que presos matam guardas e membros de facções rivais cortando-lhes a cabeça, comendo-os e outras barbaridades deste tipo. Vários túneis de fuga estão sendo achados pela polícia, feitos por detentos enclausurados ou por comparsas de fora do presídio.

A situação piora cada vez mais com a epidemia de greves de policiais civis e militares que ocorre em diversos estados do país. Com um nível de insegurança deste tipo qualquer turista ou morador teria medo de freqüentar estes locais.

A alternativa menos votada, mas não a menos importante é o tratamento dado as crianças na Febem. Alternativa ligada a anterior dos presídios pois a Febem virou uma escola de marginais. São meninos que se tornaram tão perigosos quanto os presidiários mais graduados. Nas constantes rebeliões que surgem, vemos o estrago que fazem como assassinatos, destruição, fugas e etc.

Esta situação é apenas uma resposta ao tratamento que elas recebem da sociedade. Normalmente são crianças vindas de lares pobres onde os pais não tem condições de proporcionar a educação necessária. Com isto ela sai as ruas e aprende a cometer crimes com maus elementos. Nas rebeliões eles reclamam de maus tratos dos próprios funcionários da própria Febem. Através de marcas e escoriações em seus corpos eles mostram como são tratados a pauladas e violência. Ou seja, ao invés de melhorarem (que é o intuito da instituição) pioram estas crianças.

O Brasil é um país de grandes injustiças e defeitos. Uma sociedade só progride com educação e civilidade. Através destes pressupostos que outros setores devem ser melhorados. O que podemos fazer é a nossa parte e votar conscientemente nas próximas eleições.  

Reportagem: Ulisses Nunes Sodré

Voltar